em Blog

Uma confusão comum em nossos cursos é com referência aos termos bulk e break bulk, que vêm sendo usados erroneamente no mercado.
Bulk cargo é a carga a granel, isto é, sem embalagem, que pode ser dry (seca) ou líquida, e geralmente embarcada em grandes quantidades. Os navios que transportam granéis dry são conhecidos como bulk carriers, ou graneleiros, em português, e os navios tanques, tankers em inglês, são os que transportam os granéis líquidos.

Os bulk carriers típicos são gearless, isto é, sem guindastes de bordo. Porém, uma quantidade considerável de bulk carriers possui guindastes, quer dizer, são geared, e são convenientes
para certos trades cujos portos não possuem equipamentos de terra para embarcar oudescarregar granéis. Exemplos de cargas a granel:
– Minérios como carvão, manganês, minério de ferro, etc.
– Grãos diversos, como arroz, cevada, milho, soja e seus derivados, etc.
– Fertilizantes diversos
– Petróleo, etanol, produtos químicos, óleos vegetais, etc.
– Pellets de madeira, cavaco, etc.
– Açúcar
– Etc.

breakbulk ou general cargo é um termo que cobre uma grande variedade de cargas embarcadas individualmente. O termo break bulk deriva da frase breaking bulk – que é a extração de uma porção da carga de um porão/navio, ou o início da descarga de um porão/navio. Com o tempo, porém, a expressão break bulk acabou sendo adotada para definir a carga geral, também referida como break bulk.

Break bulk cargo pode ser acondicionada em sacos, caixas, tambores, barris, fardos, etc. Ou, dependendo, podem ser unidades sem embalagens e sem atados/amarrados, como veículos, máquinas, equipamentos, tubos de grande diâmetro, estruturas metálicas, e diversas outras cargas que não requerem embalagem.

Os navios que carregam esse tipo de carga, são chamados de breakbulk ships, general cargo ships, navios de carga geral (em português), ou os multipurpose ships. Eles podem ser single deckers ou tween deckers. Entretanto, vale ressaltar que o fato de serem navios próprios para carga geral não os impede também de carregar part cargo de granéis, como comumente ocorre com navios multipurpose. E ao mesmo tempo, não impede que um navio bulk carrier transporte também um part cargo, ou mesmo full cargo de carga geral, que é relativamente comum.

Alguns exemplos de break bulk cargo:
– Metais em vergalhões, barras, chapas, lingotes, bobinas, etc., em atados, pallets, ou soltos
– Barris paletizados ou soltos
– Madeira em logs (troncos) em atados
– Madeira serrada paletizada
– Sacarias em geral, embarcadas soltas, pré-lingadas ou sobre pallets
– Fardos de algodão, celulose, sisal, etc.
– Bobinas de papel
Bigbags e jumbo bags com produtos diversos

Etc.

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Este conteúdo está protegido por Copyright. Sua cópia ou reprodução fora deste ambiente restrito é expressamente proibida, sob pena de lei.